Ser pai é… perder sua primeira medalha de NUCLEAR NO BO3!!!!!

Quem acompanha meu twitter – @rafagnomo – ou meu perfil pessoal no facebook – @rafagnomo – sabe que quase todos os dias eu faço algumas citações do tipo “ser pai é…”, que não são apenas citações, mas sim, situações que eu realmente passo com a padawan Amélie, minha filhinha de 2 anos.

Eis que ontem passei por um dos momentos mais difíceis de ser pai, EU PERDI UMA MEDALHA DE NUCLEAR!!!!!!!!

Estava jogando Call of Duty Black Ops3, minha esposa estava no sofá e minha filha jogando alguma coisa no meu tablet. Eu estava bem animado porque acabara de deixar de diamante, minha classe de fuzis de assalto. Estava sendo um jogo épico pra mim. Escolhi uma outra classe de metralhadoras, onde já havia dado 100 headshot com uma das armas e precisava pegar 5 sanguinários. Dei o primeiro sanguinário e fiquei bem animado e acabei comentando com a esposa, dei o segundo sanguinário sem morrer e peguei o impiedoso, logo em seguida, pego pela primeira vez o desumano (15kill sem morrer) e a matança não para.

Eu não lembro qual era meu score, porque antes de começar a matar igual ninja, havia morrido algumas vezes, mas sei que faltava apenas 2 ou 3 kills para pegar meu primeiro nuclear (30 kill sem morrer), e foi ai que minha filha começou: “Papai, vamos brincar no meu quartinho?”, logo respondi “Vamos filha!” – Dei mais um kill ou dois, ela se levantou do sofá, foi até onde eu estava sentado pra pegar na minha mão, larguei o controle sem peso nenhum na consciência e fui até o quartinho brincar com ela.

Quando retornei para a sala, tinha sido kickado da sala e perdido o primeiro nuclear que eu possivelmente faria.

Depois disso eu digo:

“Ser pai é, perder sua medalha de nuclear faltando apenas 1 kill, para poder brincar com sua filha.”

você pode gostar também Mais do autor