O PerfuraNeve | Conheça algumas curiosidades sobre a premiada HQ e o filme Expresso do Amanhã

Uma bomba explode alterando o clima de todo o globo. Como consequência, surge uma nova Era Glacial. A “morte branca” se apresenta para todos aqueles que não estão dentro do PerfuraNeve, uma locomotiva que segue indefinidamente sem rumo, singrando as pesadas camadas de gelo que cobrem tudo e a todos. Dentro dessa poderosa e assustadora máquina, o que resta da humanidade se refaz em classes e funções; objetivando apenas, permanecerem vivos.
 NeveO PerfuraNeve é uma graphic novel francesa publicada originalmente em 1982, sob o título Le transperceneige, uma obra cult da ficção científica que chega ao Brasil em um formato (literalmente grandioso de 21,5 x 29 cm) pela Editora Aleph.
Neve (4)
A Aleph nos brindou com uma edição que reúne a obra original da década de 80 e as duas continuações póstumas, O Explorador de 1999 e A Travessia de 2000.  
As trés capas originais
Jacques Lob escreveu O PerfuraNeve, a primeira edição do volume. Lob falecera em 1990, e Benjamin Legrand e Jean-Marc Rochette, ficaram responsáveis pelo roteiro e artes das edições seguintes, respectivamente.
aaa
Os eventos apresentados em O Explorador, se passam 15 anos após os de O PerfuraNeve. O mesmo tempo decorrido da primeira edição até a publicação da primeira sequência.
O enredo é bastante subjetivo ao caracterizar personagens, toda a estrutura daquela “sociedade” e principalmente para com a locomotiva, ao apresentá-la como uma máquina poderosa e até inteligente. Inúmeros aspectos são tratados na graphic novel para enfatizar problemas e situações, infelizmente banais à toda civilização em algum momento, tais como lutas de classe, fanatismo religioso, segregação social  e tantos outros.
BBBB
O Expresso Polar é um filme livremente inspirado no primeiro volume da edição e suas gravações duraram somente 72 dias.

big_thumb_94b87bd1d572f3f5ce71c974a03206a8

As artes estruturais do bastião em o Expresso do Amanhã, foram ilustradas por Jean-Marc Rochette, o ilustrador das duas recentes graphic novels. 

JM-Rochette

O diretor Joon-Ho Bong explicou que a “Mama” do filme, foi realmente feita através de uma combinação de alga, açúcar e gelatina.

4986701534_a63e407b0f_b

O diretor sul-coreano descobriu a graphic novel no final de 2004, durante a pré-produção do seu filme de 2006, O Hospedeiro. Ele comentou que ficou fascinado pelo conceito de pessoas aprisionadas lutando pela sobrevivência em um trem.

the-host-screenshot-6

Houve um cuidado na produção de o Expresso do Amanhã em retratar Chris Evans ao menos como maltrapilho. Afinal de contas, o Capitão América não teria o porte físico para ser um fundista.

hr_snowpiercer_14

No filme, a locomotiva possui mais de 500 metros. Na HQ, são 1.001 vagões.

train

No filme, o nome do personagem de John Hurt é uma homenagem a Terry Gilliam, o visionário e original diretor de 12 Macacos e o mais recente, O Teorema Zero.

terry-gilliam1

Com o Expresso do Amanhã, John Hurt completa uma trilogia distópica inicialmente formada por 1984 e V de Vingança.

VForVendettaBigBrother

A música “Midnight, The Stars and You” de Ray Noble também aparece no clássico de Stanley Kubrick, O Iluminado.

Existe toda uma associação dos personagens do filme com figuras históricas e alguns clássicos da literatura. Só para citar, tem algo de Revolução dos Bichos e de 1984 e ainda é possível identificar nos personagens de Chris Evans e John Hurt, algo de Lenin e Marx.
Uma das cenas do filme foi inspirada em O Poderoso Chefão.
No episódio 20, da 26º temporada de Os Simpsons, Homer cita o filme ao criar uma lista apenas filmes distópicos. 

The-Simpsons-Season-26-Episode-20-Let-s-Go-Fly-a-Coot

O Expresso do Amanhã possui uma premissa semelhante com ‘The Second Renaissance’, uma das animações da antologia digital Animatrix. Ambos apresentam os seres humanos como causadores da própria extinção através da liberação de um gás. Na animação, a ideia era bloquear a fonte de energia das máquinas, no caso o Sol, na película, um gás foi usado para deter o aquecimento global.  

Tumblr_m5dm4y4CLg1qjudfdo2_1280

O PerfuraNeve ou o Expresso do Amanhã são duas representações de uma mesma premissa. Retratar as verdadeiras características humanas, das singelas as mais cruéis, ambos são exemplos do quanto podemos ser destrutivos e esperançosos ao mesmo tempo. Uma crítica social, humana, política ou do mundo globalizado e capitalista? Ambos trazem tudo isso e um pouco mais.

No fim, tudo só depende de quem ou do quê move esse “trem”.

você pode gostar também Mais do autor