Neil Gaiman & Dave McKean | Primeiro trabalho da dupla ganha nova edição

Para os fãs dos mais diversos tipos de trabalho do autor britânico Neil Gaiman, 2014 está sendo “o” ano.

Só para pontuar:

    1. Tivemos reimpressões das edições definitivas de Sandman.
    2. Publicação da edição definitiva da Morte.
    3. Publicação do seu livro/discurso.
    4. Mais um livro infantil também.
    5. Um dos seus primeiros trabalhos, a biografia do escritor Douglas Adams.
    6. Ainda tivemos ‘Caçadores de Sonhos’ com ilustrações do talentosíssimo artista japonês, Yoshitaka Amano.
    7. Esperamos que em Dezembro, ainda possamos ter (e ler) uma recente biografia recheada de imagens.
    8. E seu romance juvenil de sci-fi também saiu esse ano.

Esqueci algo?

neil gaiman and dave mckean

Quando já não esperávamos mais nenhuma novidade, a Editora Aleph, anunciou nas redes sociais no final de Agosto, uma nova edição para a HQ ‘Violent Cases’, a primeira parceria dos amigos Neil Gaiman e Dave McKean.

Lançada originalmente em 1987, a HQ que já levou diversos prêmios, conta a história de um garoto e suas memorias durante uma consulta a um osteopata! Durante a consulta, o médico começa a falar sobre o famoso Al Capone e com esse gancho, experimentamos todo fantástico do texto em simbiose com a contemplação visual dessas memórias compartilhadas, que vão de assassinatos à mistérios.

O material já havia sido publicado no Brasil por uma outra editora em 2008.

[divider]CONFIRA A CAPA DE VIOLENT CASES PELA EDITORA ALEPH[/divider]

VIOLENT CASES - CAPA.indd

Leia a release:

A violência está presente na rotina das personagens e as memórias narradas são imprecisas, já que o jovem não sabe ao certo o que de fato aconteceu e o que é fruto de sua imaginação. As artes, com cores que passam pelo azul, cinza e marrom, acompanham o jogo de memórias do protagonista.

Violent Cases surgiu em uma época de grande efervescência para os quadrinhos, em que foram publicados Maus, de Art Spiegelman, e Watchmen, de Alan Moore e David Gibbons. O formato buscava atingir novos públicos e tratar de temas que fossem além da ficção científica e das histórias de super-heróis. Gaiman, que ficaria conhecido posteriormente pela série Sandman, reuniu-se com McKean para escrever uma história que pudesse ser lida por qualquer pessoa e que revelasse definitivamente o potencial das graphic novels.
“Parte memórias de infância, parte reconstrução de um passado brutal, parte comentário sobre a magia que se recolhe das recordações, Violent Cases evoca sensações pouco familiares de forma não familiar.” Alan Moore.

A nova edição traz um posfácio de Alan Moore, tradução de Érico Assis e a capa é assinada pelo designer Pedro Inoue, diretor de arte da revista AdBuster. O lançamento está previsto para a segunda quinzena de Setembro e seguirá o padrão incrível de qualidade, diagramação e tamanho da HQ ‘O Quinto Beatle

Ahh mais uma coisa, ‘Violent Cases‘ fará parte da campanha Total Recall! 😀

você pode gostar também Mais do autor